'WSJ': China e petróleo exibem possíveis riscos econômicos de longo prazo

Matéria publicada nesta quinta-feira (14) no The Wall Street Journal, comenta que os preços dos imóveis nunca caem. Os países da zona do euro sempre pagam suas dívidas. A Arábia Saudita não vai permitir que o preço do petróleo despenque. A demanda da China por matérias-primas é infinita. 

Estas são algumas das premissas mais colocadas por investidores e formuladores de políticas nos últimos dez anos, e que sustentaram trilhões de dólares em investimentos e dívidas. 

A explosão da bolha imobiliária dos Estados Unidos e a crise de dívida da zona do euro demonstraram a devastação que ocorre quando essas "certezas absolutas"  são equivocadas.

A reportagem sugere que algo parecido pode estar acontecendo agora. Uma forte desaceleração do setor industrial da China e uma queda expressiva nos preços do petróleo pegaram investidores, empresas e líderes políticos de surpresa. Isso não significa que uma crise ou recessão esteja à espreita. Mas pode significar que a economia dos EUA e os mercados irão sentir um golpe maior do que pode ser explicado pela relativa importância que a China ou o petróleo têm.

As exportações para a China representam menos de 1% do produto interno bruto americano. Os EUA também são um importador líquido de petróleo, então uma queda nos preços deveria ser positiva.

Ainda assim, alguns economistas estimam que a economia americana no quarto trimestre do ano passado tenha crescido a uma taxa anual de apenas 0,5%. O setor manufatureiro pode já estar em recessão: por dois meses, o índice do Instituto de Gerentes de Compras da indústria ficou abaixo de 50 pontos, a linha divisória entre expansão e contração.

Até o fechamento do pregão desta quarta (14), a bolsa de valores americana registrava queda de cerca de 10% ante sua máxima, enquanto a Média Dow Jones do setor de transportes e o índice Russel 2000 de ações de pequenas empresas, ambos sensíveis ao momento econômico, recuavam em torno de 24% e 19%, respectivamente.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais