IGP-M desacelera de 1,45% para 0,50% na 2ª prévia de dezembro

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) desacelerou de para 0,50% na segunda prévia de dezembro, ante os 1,45% registrados no mesmo período de novembro, de acordo com dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV). A queda no preço de matérias primas influenciou o desempenho da taxa no período analisado.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), responsável por medir os preços no ataco, caiu de 1,88% para 0,41%. O indicador referente a matérias primas brutas cedeu 0,51% após alta de 1,01% no período anterior. Já a inflação de bens finais recuou de 2,75% para 1,44%, fortemente influenciada pelos alimentos processados. 

No varejo, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) acelerou para 0,89%, ante os 0,78% anteriores, com três de suas oito classes de despesa em alta. Destaque para o grupo de alimentação passou de avanço de 0,90% para 1,41%, pressionado principalmente por hortaliças e legumes. 

Por fim, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) caiu de 0,29% para 0,17% no período analisado.