BC: Economia brasileira inicia quarto trimestre em queda

De acordo com cálculos do Banco Central, a economia brasileira iniciou o quarto trimestre de 2015 em queda. O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) da autarquia, considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB) do país, recuou 0,63% em outubro - ante baixa de 0,47% no mês anterior, na análise de dados revisada.

Na comparação com outubro de 2014, a retração chega a 6,38% na série sem ajustes e a 6,19% na versão ajustada. No acúmulo anual, o índice tem baixa de 3,69% e de 3,66%, seguindo os mesmos critérios. Já nos 12 meses encerrados em outubro, o IBC-Br acumula recuo de 3,2% e de 3,16%.

Com a revisão dos dados, a retração no terceiro trimestre em relação ao período imediatamente anterior passou de 1,41% para 1,46%. A estimativa do IBC-Br incorpora a produção estimada para os setores de agropecuária, indústria e serviços acrescida dos impostos sobre produtos. Em contrapartida, o PIB calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) representa a soma de todos os bens e serviços produzidos no país durante certo período.