'WSJ': Determinar a sede da AB InBev após fusão com SABMiller será uma difícil tarefa

Londres pode perder um de seus maiores residentes corporativos

Matéria publicada nesta quarta-feira (16), no The Wall Street Journal, fala que se o acordo de US$ 108 bilhões da Anheuser-Busch InBev para comprar a SABMillerPLC for concluído, Londres pode perder um de seus maiores residentes corporativos e a sétima maior empresa de capital aberto com ações negociadas em sua bolsa. Determinar onde será a sede da empresa após a fusão pode ser uma tarefa complicada. A AB InBev informou que a empresa combinada permanecerá registrada em Bruxelas. Mas as assembleias anuais de acionistas serão realizadas em duas cidades belgas: Leuven e Liège, as cidades natais das cervejarias que se uniram em 1987 para dar origem à empresa que acabaria se transformando na atual AB InBev. A cúpula executiva da empresa, contudo, continuará a trabalhar em escritórios em Nova York. O diretor-presidente, Carlos Brito, abriu um “escritório funcional de gestão” no centro de Manhattan depois da aquisição da Anheuser-Busch Co., em 2008. Quando ele não está viajando a negócios, trabalha principalmente lá, assim como o diretor financeiro, o diretor de marketing e a maior parte do conselho executivo da AB InBev.

A reportagem afirma que no início do ano, Brito migrou parte dos empregos ligados à administração da empresa nos Estados Unidos, incluindo marketing e vendas, para um “escritório de estratégia corporativa” separado, no bairro de Chelsea, também em Nova York. E a AB InBev ainda chama a cidade de St. Louis, onde fabrica a Budweiser em um complexo com uma torre de tijolos do século XIX e mantém um estábulo com os cavalos da raça Clydesdale usados nos comerciais da cerveja, de sua sede oficial nos EUA. Os acionistas da AB InBev e da SABMiller também terão muitos lugares para chamar de lar. A nova empresa  continuará a ter suas ações negociadas em Bruxelas, na NYSE Euronext, uma bolsa que abrange toda a Europa. Mas ela também será listada em Johanesburgo, cidade natal da precursora da SABMiller, a South African Breweries, assim como na Cidade do México. A AB InBev começou a negociar suas ações na capital mexicana depois que o Grupo Modelo, adquirido por ela em 2013, fechou seu capital no México.

Os ADRs continuarão a ser negociados na Bolsa de Nova York com o símbolo BUD, uma homenagem ao nome da cerveja americana.