Bolsa de Xangai avança 0,17%; Tóquio sobe 2,61%

Mercado europeu opera em alta

A Bolsa de Xangai fechou em alta nesta quarta-feira (16/12). O índice Xangai Composto subiu 0,17% aos 3.516,19 pontos, enquanto o Shenzhen Composto avançou 0,7%, a 2.280,12 pontos.

As bolsas asiáticas e do Pacífico fecharam em alta, seguindo o forte desempenho das ações em Nova York e na Europa na terça-feira e à espera da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA).

Em Tóquio, o Nikkei 225 teve forte alta de 2,61% aos 19.049,91 pontos; em Hong Kong, o Hang Seng  subiu 2,01% aos 21.701,21 pontos;  em Seul, o Kospi avançou 1,88% aos 1.969,40 pontos; em Cingapura, o Straits Times registrou elevação de 0,90% aos 2.840,92 pontos; e em Taiwan, o Taiwan Weighted avançou 1,38% aos 8.184,66 pontos.

No encerramento em Sydney, o Índice S&P/ASX 200 avançou 2,42%.

Na terça-feira, as bolsas asiáticas fecharam sem direção única, em meio a preocupações, que antecedem a reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). Na Oceania, o mercado australiano encerrou o pregão no menor nível em dois anos, pressionado por ações dos setores minerador, petrolífero e bancário.

O euro opera em queda ante o dólar. Às 9h10, o euro caía 0,03%, cotado a US$ 1,0930. 

Bolsas europeias operam em alta

As principais bolsas europeias operam em alta nesta quarta-feira (16/12). Às 9h, em Paris, o CAC 40 subia 0,64% aos 4.644,13 pontos; em Frankfurt, o DAX 30 tinha alta de 0,30% aos 10.482,02 pontos; e em Londres, o FTSE 100 avançava 0,82% aos 6.067,28 pontos.

Na terça-feira, as principais bolsas europeias fecharam em forte alta, sustentadas pela recuperação nos preços do petróleo e por um ajuste de posições antes da decisão de política monetária do Federal Reserve, já que o mercado acionário acumulou perdas recentemente por preocupações com a elevação dos juros nos Estados Unidos. A alta de terça-feira interrompeu uma sequência de cinco quedas consecutivas.