Dólar oscila, com expectativa de discurso do FED e incertezas da política local

Na véspera, o dólar caiu 2,39%, a R$ 3,7705 na venda

O dólar opera com volatilidade na sessão desta quarta-feira (4/11). A moeda iniciou o pregão em alta, mas em seguida perdeu força e caiu.

O clima é de cautela diante da expectativa do discurso da presidente do Fed, Janet Yellen, que poderá reforçar a elevação dos juros em dezembro, e por dados sobre a criação de vagas no setor privado dos Estados Unidos.

No cenário interno, as atenções estão voltadas para a pauta do Congresso. A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara retoma a votação da admissibilidade da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que prorroga a Desvinculação de Receitas da União (DRU). E o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, entrega a defesa da presidente Dilma Rousseff das contas do governo de 2014 ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Pela manhã, o Banco Central faz o leilão de swaps cambiais, que equivalem à venda futura de dólares,

Às 9h09, o dólar subia 0,17%, a R$ 3,7772.

Às 9h29, caía 0,31%, a R$ 3,7587.

Às 11h, a moeda recuava 0,50%, a R$ 3,7521.

Às 12h59, o dólar tinha alta de 0,15%, a R$ 3,7767.

Na véspera, o dólar caiu 2,39%, a R$ 3,7705 na venda.