Cancelada reunião em que se discutiria endividamento da Petrobras

Agendada para as 10h desta terça-feira (03), foi cancelada a audiência pública em que a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado ouviria diretores da Petrobras sobre o endividamento da empresa. Em ofício ao presidente da CAE, senador Delcídio do Amaral (PT-MS), a estatal comunicou que regra da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) impede que seus diretores informem dados financeiros da empresa no prazo de 15 dias antes da divulgação do balanço trimestral da companhia.

Nessa audiência, a CAE pretendia obter informações sobre o endividamento da estatal com entes federados, assim como sobre as medidas da Petrobras para lidar com a alta relação entre dívida líquida e Ebitda (sigla em inglês para o indicador financeiro referente a Lucro Antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização). A CAE pretendia também discutir como se recuperará a empresa num contexto de real desvalorizado e barril de petróleo fixado em US$ 50.

Estavam convidados os seguintes diretores da Petrobras: João Adalberto Elek Junior, diretor de Governança, Risco e Conformidade; Ivan de Souza Monteiro, diretor da Área Financeira e de Relacionamento com Investidores; e Claudia Zacour, gerente Jurídica para Exploração e Produção.