Bovespa fecha em baixa com queda na produção da indústria e da popularidade de Dilma

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou em queda com resultados da produção da indústria, emprego e popularidade da presidente Dilma Rousseff. O Ibovespa, principal índice da bolsa, teve perdas de 0,24%, aos 51.474 pontos. A cotação do dólar também diminuiu em relação ao real, encerrando com preço de R$ 3,17, no pregão desta terça-feira (21).

As ações da Petrobras caíram pelo terceiro pregão seguido, e já acumulam desvalorização de mais de 10%. Os papéis ordinários encerraram cotados a R$ 11,85, com desvalorização de 0,08% enquanto os preferenciais tiveram perdas de 0,19%, ao preço de R$ 10,77. No exterior, os ADRs (American Depositary Receipts) da empresa ficaram instáveis, com os referentes às ações ordinárias tendo perdas de 0,13% enquanto os correspondentes aos papéis preferenciais subiram 0,29%. 

No radar da empresa, atenção para uma greve de 24 horas agendada para a próxima sexta-feira (24). Organizada pela Federação Nacional dos Petroleiros, que reúne cinco sindicatos que representam funcionários da Petrobras, a paralisação é em defesa dos direitos dos trabalhadores e contra a venda de ativos da empresa. 

Já os papéis da Vale registraram alta, com valorização do minério de ferro na China e das bolsas de valores do país. As ações ordinárias (VALE3) registraram ganhos de 1,39% enquanto as preferenciais (VALE5) subiram 1,46%. 

>> Indústria registra queda na produção e no emprego em junho

No cenário interno, o destaque ficou para a queda de 1,4 ponto na produção da indústria em junho, comparado a maio. Segundo a sondagem do setor, divulgada hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o índice caiu para os 40,3 pontos. Também caiu a taxa de emprego, que ficou em 40,7 no mês e variação negativa de 0,7 pontos em relação a maio, dentro da margem de erro da pesquisa. 

>> Avaliação positiva do governo Dilma cai para 7,7% em julho, mostra pesquisa

A avaliação positiva do governo Dilma Rousseff caiu para 7,7% segundo a 128ª Pesquisa Confederação Nacional do Transporte (CNT/MDA), divulgada hoje. A avaliação negativa passou de 64,8%, em março, para 70,9% no levantamento realizado entre os dias 12 e 16 de julho.  A Bovespa já operava em queda antes da divulgação da pesquisa e sentiu leve recuperação após os números serem divulgados, mas voltou a cair até o fim do pregão, atingindo seu menor nível desde do dia 31 de março. 

>> Governo grego apresenta segundo pacote de medidas no Parlamento

No exterior, seguem as negociações em relação à dívida grega. O governo do país apresentou hoje no Parlamento um projeto de lei com o segundo pacote de medidas acordadas com os credores para garantir um novo resgate ao país.

Este segundo pacote inclui a introdução da diretriz europeia de 2013, adotada após a crise no Chipre, que garante os depósitos bancários até 100 mil euros, assim como uma reforma do código civil para simplificar e acelerar a Justiça, reduzindo os custos.

O dólar apresentou queda frente ao real, após atingir o maior nível desde o início do mês. A moeda encerrou com desvalorização de 0,856%, cotada a R$ 3,1732 na venda e a R$ 3,1725 na compra.