Grécia oferece 200 milhões de euros para fechar pacto com os credores

O primeiro ministro Alexis Tsipras, ofereceu 200 milhões de euros para fechar um pacto com os credores. Os bancos europeus não aceitaram a proposta grega.

Os credores da Grécia pedem cortes de gastos no país, para liberar uma parcela de empréstimo do plano de resgate financeiro de 7,2 bilhões de euros, bloqueada há vários meses e que o país precisa com urgência para permanecer com fluxo de caixa. Se não receber a parcela, a Grécia pode não ter condições de pagar 1,5 bilhão de euros que deve ao FMI até 30 de junho.