Após queda acentuada pela manhã, Bovespa fecha estável

Depois de queda acentuada pela manhã, a Bovespa fechou em alta de 0,3%, aos 48.591 pontos, com a elevação das ações da Petrobras compensando a pressão exercida pelo cenário internacional.

O dia negativo dos principais mercados acionários mundiais acabou arrastando a bolsa brasileira para baixo durante boa parte do pregão, com o Ibovespa chegando a cair 2,5% no pior momento do dia.

As bolsas europeias recuaram com incertezas sobre a Grécia. Já o mercado acionário americano sofria com resultados corporativos fracos e a queda nas encomendas de bens duráveis em dezembro.

As ações preferenciais da Petrobras chegaram a cair 3,83% na mínima nesta terça-feira, mas especulações sobre o resultado do terceiro trimestre, que deve ser divulgado ainda nesta terça-feira, levaram à sua súbita disparada durante a tarde, com alta de 4,64% no melhor momento do dia. Os papéis fecharam em alta de 2,62%, puxando para cima a bolsa como um todo.

Os papéis da Hering foram destaque de queda, com recuo 6,66%.