Dólar opera instável após bater R$ 2,50

Já a Bovespa se firma em alta, após manhã instável

Depois de bater os R$ 2,50 no início dos negócios, o dólar opera instável nesta sexta-feira. Por volta das 16h38, a moeda americana caía 0,783%, cotada a R$ 2,472. 

O recente movimento de valorização do dólar fez o real voltar a se alinhar com outras moedas emergentes, que têm perdido valor desde o começo do ano diante da perspectiva de juros mais altos nos Estados Unidos, que poderiam atrair recursos.

O Banco Central deu continuidade às intervenções diárias no mercado de câmbio, com oferta de até 4 mil swaps com vencimentos em 1º de junho e 1º de setembro de 2015. 

O BC também faz mais um leilão de rolagem dos swaps que vencem em 3 de novembro, que equivalem a US$ 8,84 bilhões, com oferta de até 8 mil contratos. Até agora, a autoridade monetária já rolou cerca de 9% do lote total.

Na quinta-feira, o dólar fechou em alta de 0,28%, vendido a R$ 2,4918,  o maior valor desde 2008, após um dia instável no mercado de câmbio.

Já a Bovespa operava em alta de 1,01% no mesmo horário, após uma manhã instável.

As ações da Usiminas lideravam a alta entre os papéis que fazem parte do Ibovespa, subindo mais de 5%.

Nesta sexta, os investidores ajustam posições antes da votação do primeiro turno da eleição presidencial no domingo, repercutindo as últimas pesquisas e o debate da véspera, assim como números melhores sobre o mercado de trabalho nos Estados Unidos.