Vendas de supermercados crescem em outubro

Setor prevê aumento para o final do ano

As vendas do setor de supermercados cresceram 5,24% em outubro, na comparação ao mês anterior. Segundo levantamento divulgado hoje (27) pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), também foi registrada alta de 7,93% em relação a outubro de 2012. Os valores foram deflacionados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com o crescimento de outubro somado ao menor índice de desemprego (5,2%), a Abras aumentou a projeção de vendas nos últimos dois meses de 2013 para 5%, frente 3,5% no início do ano. “Com dois meses para o encerramento do ano e com boas perspectivas para as vendas do Natal, parece bastante provável que as vendas consigam superar a nossa expectativa de crescimento”, disse Marcio Milan, vice-presidente da entidade.

Em todas as cinco regiões analisadas houve aumento no preço da cesta básica, composta por 35 produtos de largo consumo. No Norte foi registrada a maior alta, 2,39%, passando de R$ 420,49 em setembro para R$ 430,53 em outubro. Já no Nordeste, embora com a segunda maior elevação percentual (2,21%), a cesta básica é a mais barata, custando R$ 305,07 ante R$ 298,48 do mês anterior. No Sul (1,19%), no Centro-Oeste (1,25%) e no Sudeste (1,64%), a cesta também ficou mais cara.

Dos 35 produtos analisados, os que tiveram maior retração no preço foram a cebola (12,76%), o biscoito de maisena (6,46%), os ovos (2,57%) e o óleo de soja (1,72%). Os maiores aumentos foram impulsionados pelo tomate (24,29%) e pela batata (8,48%).