Confiança do consumidor brasileiro recua quatro pontos em setembro

A Associação Comercial de São Paulo divulgou o Índice Nacional de Confiança (INC ACSP/Ipsos), onde a confiança do consumidor brasileiro em relação à economia caiu quatro pontos em setembro: ficou em 135 pontos, contra 139 em agosto.

Há um ano, as expectativas sobre o futuro eram mais otimistas na ótica do consumidor: em setembro de 2012, o INC registrou 158 pontos. Na época, esperava-se por uma recuperação da economia, o que não se confirmou após o anúncio do resultado do PIB de 2012, com crescimento de apenas 0,9%. 

“A confiança do consumidor permanece no campo otimista (acima de 100 pontos), mas ele está cauteloso porque a economia não apresentou uma recuperação mais consistente. Esse cenário exige maior atenção na condução da política econômica para não comprometer a retomada”, diz Rogério Amato, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Em 2013, com as manifestações populares que começaram em junho, o consumidor passou a ter consciência de que a situação econômica não era positiva, o que fez o INC cair. Em abril, o índice marcou 156 pontos; em maio, 153; em junho, despencou para 138 pontos. Em julho, ficou em 137 pontos. Em agosto, subiu dois pontos (139).

Vale destacar que em setembro, a classe C continuava a mais otimista, apesar do declínio – o INC foi de 144 pontos em agosto para 140 em setembro. Em seguida vem o grupo das classes D e E, com leve baixa (de 128 pontos em agosto para 126 em setembro). O grupo das classes A e B permanece com 125 pontos.

Por outro lado, o grupo das regiões Norte e Centro-Oeste se mantém na liderança, mas houve declínio: de 190 pontos em agosto foi para 163 em setembro. A região Sudeste apresentou queda de 139 pontos em agosto para 136 em setembro. Já no Nordeste o INC foi de 134 pontos em agosto para 131 em setembro.

Para finalizar, a região sul é a menos otimista, mas a única que apresentou alta: de 126 pontos em agosto foi para 130 em setembro.