Câmara de Comércio mantém tarifa zerada de importação para o metanol

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior decidiu manter a alíquota zerada para o imposto de importação do metanol por 180 dias, por meio de resolução publicada hoje (7) no Diário Oficial da União. A isenção está em vigor desde abril deste ano.

A prorrogação da tarifa zerada vale para uma cota de 282,5 mil toneladas do produto. O governo decidiu zerar a tarifa no início do ano por razões de desabastecimento. Antes da isenção, a alíquota sobre a importação do metanol era 12%.

Para viabilizar a tarifa zerada, o produto foi encaixado temporariamente na Lista de Exceções à Tarifa Externa Comum. Trata-se de uma lista de 100 produtos cujo imposto de exportação é reduzido. O metanol é utilizado principalmente como solvente em reações industriais, além de ser aplicado na produção de polímeros como plástico e fórmica.