Intenção dos paulistanos em contrair crédito fica estável em setembro

A intenção dos paulistanos em começar um financiamento em setembro ficou praticamente estável, com retração de 0,8 pontos porcentuais, na comparação com agosto. Os dados foram apresentados hoje (2) pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo. A intenção em adquirir financiamento nos próximos três meses foi 12,6% no mês, inferior aos 13,4% registrados em agosto.

A média de pessoas com algum tipo de aplicação financeira caiu, passando de 41,1% em agosto para 40,9% em setembro. O número de não endividados com aplicações também diminuiu, saindo de 51,2% para 49,8%. Porém, o número de endividados com aplicação aumentou de 32,2% em agosto para 33,1% em setembro.

A poupança continua a principal aplicação financeira, sendo a mais importante para 75,4% entre os que responderam a pesquisa. Ela é seguida por renda fixa (12%), previdência privada (4,9%) e outras (4,6%). A pesquisa ouviu 2.200 pessoas na cidade de São Paulo.