Dólar fecha com leve queda de 0,04% em dia volátil

O dólar comercial fechou a segunda-feira com leve queda em dia de giro reduzido dos negócios. Com isso, a moeda norte-americana desvalorizou 0,04%, cotada a R$ 2,229 na compra e R$ 2,231 na venda.

Depois de subir nos últimos dois fechamentos e de acumular alta de mais de 4% no mês anterior, o dólar mostra volatilidade nesta segunda-feira e termina com leve desvalorização ante a moeda brasileira.

Segundo analistas, o mercado de câmbio iniciou a semana e o segundo semestre hoje, com a certeza de que o a moeda norte-americana deve continuar volátil. A perspectiva de mudança na política monetária norte-americana, a perda de tração do crescimento da China e a maior desconfiança sobre a economia do Brasil podem voltar a pressionar o dólar em julho. Outra certeza é de que o Banco Central continue agindo para amenizar a volatilidade de olho no combate à inflação.

Para Sidnei Moura, da NGO Assessoria Financeira, o mercado de câmbio, face aos posicionamentos dos seus “players” e o contexto prospectivo cadente dos fluxos de recursos para o país, demonstra ter mais força para impor a tendência de alta do dólar do que o BC de mitigá-la. “O mercado de câmbio deixa evidente que seus fundamentos prevalecem no confronto com os esforços da autoridade monetária brasileira, que já não dispõe de instrumentos e nem de ações operacionais que possam mitigar a tendência de alta gradual do preço do dólar, consubstanciada na perspectiva de que os fluxos de recursos externos e a desempenho da balança comercial podem se revelar insuficientes para financiar o déficit em transações correntes do país”, afirma em análise.