BC volta a intervir no mercado para tentar suavizar alta do dólar

O Banco Central (BC) voltou hoje (21) a intervir no mercado de câmbio, devido à alta do dólar. Às 11h13, o BC anunciou mais um leilão de swap cambial tradicional, equivalente à venda de dólares no mercado futuro.

O BC ofertou 40 mil contratos para duas datas de vencimentos: 2 de janeiro e 1º de julho de 2014. Para a primeira data de vencimento, foram negociados 12,9 mil contratos, no valor total de US$ 637,8 milhões. Para a segunda data, foram 24,4 mil contratos, no total de US$ 1,19 bilhão.

Questionado sobre a alta recente do dólar, o diretor de Fiscalização do BC, Anthero de Moraes Meirelles, disse que é preciso tranquilidade em  momento de muita oscilação do dólar. “Estamos em um momento de maior volatilidade. Temos de ter tranquilidade para ver como a coisa evolui", disse Meirelles, em Portugal, onde participa de reuniões no Banco de Portugal.

Ontem (20), o BC interveio no mercado para tentar suavizar a alta da moeda. Mesmo assim, o dólar comercial subiu 1,69%, encerrando a sessão a R$ 2,258 para venda. Foi o quinto dia seguido em que o câmbio se desvalorizou e a maior cotação desde 1º de abril de 2009, quando o dólar tinha fechado em R$ 2,281 para venda.

Pela manhã de ontem, o BC injetou US$ 2,986 bilhões vendendo dólares no mercado futuro. No início da tarde, a autoridade monetária promoveu um leilão venda de até US$ 3 bilhões com compromisso de recompra.