Leilão de biodiesel termina com 431,8 milhões de litros vendidos

O primeiro dia do 31º leilão de biodiesel da Agência Nacional de Petróleo e Gás, iniciado ontem (6), negociou 431,8 milhões de litros de um total de 765,7 milhões de litros ofertados. De acordo com a ANP, foi obtido um deságio médio (taxa de redução do preço referência do leilão) de 18,6%.

A maior parte do biodiesel comercializado no leilão será produzida nas regiões Sul (43,8%) e Centro-Oeste (40%). O Nordeste fornecerá 10,3% do combustível comprado, enquanto o Sudeste responderá por 5,3% e o Norte, por 1%.

As distribuidoras de combustível que fizeram compras de biodiesel no primeiro dia do leilão poderão participar dos lances de hoje (7), último dia do leilão. O volume máximo a ser negociado no leilão de hoje alcança 107,9 milhões de litros.