Mercado de câmbio tem um dia marcado pela volatilidade

BC faz leilão de swap cambial e dólar é negociado em baixa

O mercado de câmbio tem uma quarta-feira marcada pela volatilidade. Na abertura dos negócios, o dólar teve queda de 2%, mas logo começou e subir para em, seguida, cair mais uma vez. Essa oscilação foi uma reação à redução a zero da alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para investidores estrangeiros em renda fixa.

No início da tarde, a cotação da moeda americana mudou mais uma vez de direção e passou a subir. Com o dólar perto de R$ 2,15, o Banco Central anunciou um leilão de swap cambial tradicional, que equivale a uma venda futura de dólares – e a alta da moeda perdeu força. Perto das 12h40, a moeda voltava a ser negociada em baixa, de 0,16%, a R$ 2,126.

Na intervenção desta terça-feira, o BC vendeu 27,5 mil contratos da oferta total de 40 mil, com vencimento em 1º de julho de 2013. A operação movimentou o equivalente a US$ 1,377 bilhão.

Na terça-feira, o dólar encostou em R$ 2,15 no decorrer da sessão, mas anulou a alta a poucos minutos de encerrar a sessão e fechou cotado a R$ 2,1289.