Governo mantém IPI reduzido para carros até o fim do ano

O ministro da Economia, Guido Mantega, anunciou neste sábado que o governo manterá a redução do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros, caminhões e utilitários até o final de 2013, contrariando decisão anterior, que havia marcado para a próxima segunda-feira, dia 1 de abril, um aumento na alíquota. A informação foi divulgada em entrevista do ministro ao Jornal Nacional.

Segundo Mantega, a intenção do governo ao manter no atual patamar as alíquotas do IPI é a de evitar que houvesse uma queda nas vendas ao longo do ano. 

Segundo o ministro, para manter a produção industrial crescendo, é importante o estímulo à indústria automobilística, já que ela representa cerca de 25% da produção industrial no País. A medida representa uma renúncia fiscal adicional - que são recursos que deixam de ser arrecadados pelo governo - de R$ 2,2 bilhões de abril a dezembro deste ano, período para o qual havia sido calculado um reajuste do imposto.