Presidente diz que Chipre não pretende abandonar zona do euro

"Não queremos fazer experiências com futuro do nosso país", afirmou Nicos Anastasiades

O Chipre não tem intenção de abandonar o euro, segundo afirmou nesta sexta-feira (29) o presidente do país, o conservador Nicos Anastasiades. As informações são da Reuters.

"Não temos a intenção de abandonar o euro. Não queremos fazer experiências com o futuro do nosso país", assegurou Anastasiades em coletiva de imprensa um dia após a reabertura dos bancos cipriotas, que permaneceram quase duas semanas fechados.

Em difícil situação econômica, o país chegou a um acordo de resgate com a União Europeia que taxará em até 40% as contas com valores depositados acima de 100 mil euros. A medida gerou grande revolta em parte da população, que criticou o presidente justamente por "fazer experiências" com a economia local.

"Nós evitamos o risco de falência. A situação, apesar da tragédia de tudo isso, está sob controle", analisou o presidente.