Risco de seca vai gerar custo extra na conta de luz

O consumidor vai arcar com um novo custo na conta de luz, o "risco hidrológico", que indica um gasto extra que ocorre em épocas de seca, quando a produção das hidrelétricas diminui e as concessionárias são obrigadas a comprar energia no mercado. 

Assim, apesar do governo garantir que as tarifas serão reduzidas a partir de fevereiro, esse novo custo será pago pelo consumidor, de acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo publicadas nesta quarta-feira.

Segundo a publicação, a mudança passará a valer a partir do próximo dia 5, quando ocorre a revisão tarifária extraordinária das distribuidoras, no mesmo dia em que será divulgado o valor real do desconto médio de 20% anunciado pelo governo em setembro de 2012. 

Se for preciso fazer uma ampliação da estrutura ou qualquer novo investimento na rede de energia, o consumidor também terá que pagar esse custo, diz o jornal.