Montadoras investirão R$ 5,5 bilhões no Brasil até 2017

O novo regime automotivo Inovar-Auto, que entrou em vigor a partir de 1º de janeiro, deve gerar investimentos de R$ 5,5 bilhões das montadoras no Brasil até 2017, segundo dados técnicos divulgados nesta sexta-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo. No entanto, as empresas ainda são as maiores beneficiadas já que dentro das regras o governo federal renuncia a R$ 12 bilhões em impostos que seriam pagos pelas fabricantes no mesmo período.

Ainda segundo o cálculo feito com base nas informações dos processos de habilitação, as montadoras se comprometem a produzir no total 453 mil veículos a mais por ano até 2017. Já se inscreveram no regime 45 empresas, entre elas Nissan, Chery, JAC, BMW e Mitsubishi. Até o momento 28 já receberam a habilitação .

Entenda

Com validade de 1º de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2017, o Inovar-Auto tem como objetivo incentivar desenvolvimento tecnológico,  inovação, eficiência energética, entre outros. O regime atende empresas que produzem no País, empresas que não produzem, mas comercializam no Brasil, assim como as empresas que apresentem projeto de investimento.

O novo regime automotivo foi anunciado em outubro de 2012, junto a medidas de estímulo à indústria nacional, e define critérios e exigências para que as montadoras de carros importados possam ter redução na tributação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). 

Entre eles, as montadoras que já produzem no País deverão cumprir, pelo menos, três de quatro exigências pra terem direito aos incentivos fiscais - que são o cumprimento mínimo de etapas de produção no Brasil; o investimento em pesquisa desenvolvimento; o investimento em engenharia e tecnologia industrial; a adesão ao Programa de Etiquetagem Veicular.