HB20 e Onix abocanham rivais e já representam 8% do mercado

Os dois principais lançamentos do ano passado no segmento de carros compactos já ganham o espaço de concorrentes e somam cerca de 8% do mercado de automóveis em dezembro, de acordo com dados da federação de distribuidores (Fenabrave), O Hyundai HB20 fechou o último mês de 2012 com 10.665 unidades emplacadas, o que representou 4% dos automóveis no período. O Chevrolet Onix não ficou muito atrás, com 10.500 carros e 3,9% de participação. O líder de vendas Volkswagen Gol somou 10,5% das unidades emplacadas no mês.

Desde outubro para o HB20 e novembro para o Onix, as novidades empurraram ligeiramente para baixo as vendas de modelos com mais tempo no mercado, principalmente de Renault Sandero, Ford Fiesta e Peugeot 207. O hatch médio da Renault tinha o sétimo lugar geral entre os automóveis e 3,6% do mercado em setembro, melhorou o desempenho em outubro (3,7%), mas caiu para 2,9% em novembro e 3,1% no último mês do ano, quando foi o 11º modelo mais vendido no geral.

O Fiesta teve comportamento similar, com 3,6% do mercado em setembro e queda para 2,9% em outubro – participação que se manteve estável até o fim do ano. Perto de ganhar um irmão na família (o 208 chega ainda no primeiro semestre de 2013), o 207 só decresceu no período, de 1,0% em setembro para 0,6% em dezembro. No mesmo cenário, o Toyota Etios não conseguiu o mesmo volume de Onix e HB20, mas teve uma trajetória ascendente, com 0,4% de participação em outubro, 0,5% no mês seguinte e 0,6% em dezembro.

Embora ainda tenham ampla vantagem no segmento, Volkswagen Gol e Fiat Palio também não se mostraram imunes, mesmo com as recentes renovações de design e equipamentos. Mais vendido há 26 anos no Brasil, o Gol ficou entre 10,9% e 11,1% do mercado de setembro a novembro e viu sua participação cair para 10,5% em dezembro. O Palio tinha 7,5% em outubro, 7,4% em novembro, e 6,9% no fim do ano.

A partir de R$ 31.995, o compacto que a Hyundai desenvolveu para o Brasil começou a ser vendido em outubro já com 1,3% do mercado - participação que cresceu para 3,4% e 4% nos dois meses seguintes. Com mesmo preço básico sugerido do Etios (R$ 29.990), a aposta da Chevrolet entrou para a briga em novembro com 3,1% e subiu a 3,9% em dezembro. Outro que teve queda nos emplacamentos no período foi o Chevrolet Agile. Cerca de R$ 1 mil mais caro que o irmão menor e mais novo, o Agile tinha 1,6% do mercado em setembro e foi para 1,2% em dezembro.