Último IPC-S de 2012 registra recuo

O IPC-S de 31 de dezembro de 2012 apresentou variação de 0,66%, 0,07 ponto percentual abaixo da taxa registrada na última divulgação. Com este resultado, o indicador acumula alta de 5,74%, entre janeiro e dezembro de 2012, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Nesta apuração, quatro das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram decréscimo em suas taxas de variação:

Educação, Leitura e Recreação (0,92% para 0,64%);

Habitação (0,64% para 0,42%);

Vestuário (0,80% para 0,60%);  

Alimentação (1,31% para 1,26%).

Nestas classes de despesa, vale citar o comportamento dos itens: passagem aérea (18,02% para 12,58%), móveis para residências (1,87% para 0,05%), roupas (1,04% para 0,73%) e alimentos prontos congelados (2,31% para 1,60%), respectivamente.

Em contrapartida, registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos:

Despesas Diversas (1,24% para 1,60%);

Saúde e Cuidados Pessoais (0,44% para 0,50%); 

Transportes (0,30% para 0,33%).

Para cada uma destas classes de despesa, os destaques partiram dos itens: cigarros (3,12% para 3,85%), artigos de higiene e cuidado pessoal (0,22% para 0,54%) e tarifa de táxi (6,26% para 8,54%), nesta ordem.

O grupo Comunicação repetiu a taxa de variação registrada na última apuração, 0,03%. As principais influências em sentido ascendente e descendente foram: mensalidade para internet (-0,88% para -0,05%) e tarifa de telefone móvel (0,15% para 0,04%), respectivamente.