Europa e EUA devem influenciar pregão nesta terça-feira

As principais bolsas de valores mundiais devem operar com volatilidade diante de investidores preocupados com a situação política tanto na Europa quanto nos Estados Unidos. Diante deste cenário, os índices europeus e o indicador futuro das bolsas norte-americanas operam em campo positivo.

“Com a situação fiscal norte-americana ainda concentrando as atenções, os principais mercados de ativos operam em direções distintas, com uma cautela maior dos investidores. A expectativa quanto à reunião de política monetária do Fed também dita às negociações de hoje”, ressaltou Octavio de Barros, diretor de pesquisas e estudos econômicos do Bradesco.

Enquanto isso, na Ásia, o índice agregado de ações apresentou alta nas negociações de hoje, embora as bolsas da China e do Japão tenham registrado queda moderada. Com isso, a Bolsa de Tóquio encerrou a sessão de terça-feira em leve baixa de 0,09%. O índice Nikkei perdeu 8,43 pontos, a 9.525,32 unidades.

Já na Europa, as principais bolsas europeias registram alta moderada nesta manhã. Há pouco, o CAC-40, de Paris, registrava ganhos de 0,55%, aos 3.632 pontos. E o DAX, de Frankfurt, valorizava 0,44%, aos 7.564 pontos. E o índice FTSE-100, de Londres, apresentava alta de 0,20% aos 5.933 pontos.

No Velho Continente o clima de apreensão continua com o anúncio da renúncia do primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, assim que for aprovado o Orçamento do Estado para 2013.

Por outro lado, animando os investidores, o índice ZEW sobre as expectativas de evolução da conjuntura alemã atingiu os 22,6 pontos em dezembro, passando dos -15,7 para 6,9, segundo revelou hoje, 11, o Instituto de pesquisas Zentrum für Europaische Wirtschaftsforschung (Zew), que mede a confiança na economia alemã entre os analistas financeiros e investidores institucionais.

Adicionalmente, as expectativas econômicas para a Área do Euro em dezembro também ficaram no campo positivo. O índice Zew na região subiu 10,2 pontos, resultante da estabilidade do indicador para situação econômica e da melhora das expectativas futuras.

Em Wall Street, o indicador futuro das bolsas norte-americanas aponta para uma abertura em campo positivo. Mas, investidores aguardam a divulgação da balança Comercial de outubro.Por aqui, o Ibovespa, deverá seguir em linha com o mercado externo.

Abrindo a agenda de indicadores econômicos brasileiros, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgou que em outubro de 2012, o total do pessoal ocupado na indústria mostrou variação positiva de 0,4% frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais, após registrar taxas negativas em agosto (-0,1%) e em setembro (-0,3%).

Para Barros, no mercado de câmbio, o dólar dever recuar frente à maioria das moedas, enquanto o euro tem leve apreciação. “Com isso, no mercado doméstico, esperamos que as curvas de juros, em todos os vencimentos, se mantenham próximas da estabilidade nas negociações de hoje”, finalizou o diretor.