Otimismo com medidas nos EUA deve influenciar bolsas globais

Em uma semana marcada por feriados nos Estados Unidos e no Brasil, as principais bolsas de valores mundiais devem apresentar avanços nesta segunda-feira, guiadas pelo otimismo dos investidores diante das medidas para conter o 'abismo fiscal' que ameaça os EUA. Com isso, os índices europeus e o indicador futuro das bolsas norte-americanas operam em direções opostas.

“Certo otimismo com o resultado da primeira reunião de negociação do governo norte-americano com o Congresso trouxe ganhos aos mercados norte-americanos no fechamento da última sexta-feira e influencia hoje o movimento na Europa e Ásia”, disse Octavio de Barros, diretor de pesquisas e estudos econômicos do Bradesco.

Com isso, as bolsas asiáticas encerraram o dia com alta, puxadas ainda pelo Japão. A Bolsa de Tóquio encerrou a sessão de segunda-feira em alta de 1,43%. O índice Nikkei ganhou 129,04 pontos, a 9.153,20 unidades.

Enquanto isso, na Europa, o movimento também é de valorização, em um dia onde não teremos divulgações econômicas. Há pouco, o CAC-40, de Paris, registrava ganhos de 0,15%, aos 3.387 pontos. E o DAX, de Frankfurt, desvalorizava 0,04%, aos 7.040 pontos. E o índice FTSE-100, de Londres, apresentava baixa de 0,31% aos 5.660 pontos.

No Velho Continente, investidores aguardam algum sinal positivo na reunião do Eurogrupo e do Conselho Europeu que acontece no decorrer da semana.

Em Wall Street, o indicador futuro das bolsas norte-americanas aponta para uma abertura sem uma tendência definida. Mas, os agentes aguardam a divulgação da Confiança do Construtor de novembro e a publicação das Vendas de imóveis existentes de outubro.

Por lá, o presidente Barack Obama advertiu que será necessário tomar decisões difíceis para superar o estancamento das negociações para a redução do déficit nos Estados Unidos antes do final do ano, para buscar um acordo fiscal que evite cortes do gasto público e altas de impostos a partir de janeiro, cenário conhecido como "abismo fiscal".

No ambiente corporativo, a empresa de tecnologia da informação americana Cisco anunciou a compra da Meraki Inc., líder na rede de computação em nuvem, por US$ 1,2 bilhão.

Por aqui, em véspera de feriado do dia da Consciência Negra no Brasil, o Ibovespa, deverá apresentar volatilidade por conta do vencimento de opções sobre ações.

Abrindo a agenda de indicadores brasileiros, o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), usado como referência para reajustar contratos de aluguel, registrou no segundo decêndio de novembro, variação de -0,16%, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Além disso, índice de preços ao consumidor – semanal referente a semana de 15 de novembro apresentou variação de 0,35%, 0,08 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa registrada na última divulgação, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Para Barros, a leve queda na aversão ao risco abre espaço para a valorização da maioria das moedas frente ao dólar e o euro.