Dólar volta a subir em dia de pronunciamento de Barack Obama

Nesta sexta-feira o dólar comercial subiu 0,63% refletindo o anúncio de recessão na Europa e o pronunciamento do presidente Barack Obama sobre o abismo fiscal. A moeda terminou cotada a R$ 2,077 na compra e R$ 2,079 na venda.

“Nesta sexta feira, com o mercado interno sem volume, as negociações devem refletir os noticiário externo. Na Europa, os dados do PIB indicaram que a região entra em recessão técnica, ao cair 4 trimestres consecutivos, o que já era esperado pelos economistas que acompanhavam o desempenho recente das economias do bloco. O viés é de fortalecimento do Dólar”, analisou o relatório da Lerosa Investimentos.

Há pouco foi divulgado pela agência de notícias AFP que o presidente Barack Obama advertiu que será necessário chegar a compromissos difíceis para superar o estancamento das negociações para a redução do déficit nos Estados Unidos antes do final do ano, quando se iniciam as conversações entre democratas e republicanos. "Devemos nos assegurar de cooperar, de trabalhar em conjunto, de encontrar um terreno em comum, para alcançar compromissos difíceis e conseguir certo consenso", declarou Obama, se referindo ao temido “abismo fiscal”.