Ações da Vale pressionam Ibovespa 

O principal índice acionário brasileiro, o Ibovespa, opera em queda no mesmo sentido que as praças acionárias mundiais, diante de investidores preocupados com o futuro da Europa. Além disso, a queda das ações da Vale pressiona o índice brasileiro. Há pouco, o Ibovespa caía 1,23%, aos 56.574 pontos, com giro financeiro de R$ 2.384 bilhões.

Pressionando os mercados globais, a notícia divulgada ontem, 03, que a agência classificadora Moody's reduziu de estável para negativa a perspectiva da nota que atribui à União Europeia (UE), alegando que ela se alinha com a queda das perspectivas de importantes países-membros, como Alemanha e França. Segundo a Moody's, a agência poderá baixar a nota da UE no médio prazo, apesar de que no curto prazo a mantém em "AAA", ou seja, a mais alta de sua classificação.

Mas, os investidores também aguardam a reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e o pronunciamento do presidente, Mario Draghi, na próxima quinta-feira, 06.

Além disso, sinalizações de que o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, estaria disposto a comprar papéis de dívida soberana de países com dificuldades na região interfere no pregão. Alinhados com essa especulação, os yields de títulos italianos e espanhóis observam queda nesta manhã.

Na agenda, foi divulgado que o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) registrou alta de 0,4% no mês de julho tanto na zona do euro quanto na União Europeia, se comparado com os valores apresentados em junho de 2012, segundo informações divulgadas hoje pelo Eurostat, o escritório estatístico europeu.

Além disso, o desemprego registrou alta no mês de agosto na Espanha com 4,63 milhões de desempregados, depois de quatro meses consecutivos de baixa, anunciou o ministério do Emprego. O número de desempregados aumentou em 38.179 pessoas (+0,83%) na comparação com julho. Em relação a agosto de 2011, a alta foi de 494.707 pessoas (11,98%).

No ambiente norte-americano, os números da agenda também contribuem para a queda do Ibovespa. Com isso, os gastos na construção caíram 0,9% em julho nos Estados Unidos, segundo cifras publicadas pelo departamento do Comércio nesta terça-feira. Este retrocesso, que se registra depois de três de altas, não estava previsto pelos analistas, cuja estimativa média situava o indicador em alta de 0,5%.

E o setor industrial dos Estados Unidos apresentou contração pelo terceiro mês consecutivo em agosto, de acordo com a principal pesquisa que mede o nível de atividade do setor, publicada nesta quarta-feira, que anunciou uma fraca recuperação. O Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) informou que seu índice PMI de atividade industrial foi de 49,6 em agosto, contra os 49,8 de julho.

Por aqui, o Ibovespa, segue em linha com o mercado externo. Há pouco, o índice desvalorizava 1,23%.

Abrindo a agenda de indicadores brasileiros, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) divulgou que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), na cidade de São Paulo, registrou alta de 0,27% no mês de agosto, contra os 0,13% registrados em julho.

Trazendo certo receio aos investidores, o Índice de Confiança do Comércio (ICOM) da Fundação Getulio Vargas recuou 4,0% na comparação entre a média do trimestre findo em agosto de 2012 com o mesmo período do ano passado, num ritmo abaixo do observado em julho quando, nas mesmas bases de comparação, a queda havia sido de 3,4%.

E para finalizar as informações domésticas, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que em julho de 2012, já descontadas as influências sazonais, a produção industrial apontou variação de 0,3% frente ao mês anterior, segundo resultado positivo consecutivo nesse tipo de comparação, acumulando avanço de 0,5% no período.

Entre as oscilações positivas em destaque na sessão estão os papéis da OGX (ON) que avançavam 2,56% e a CCR (ON) que apresentavam alta de 1,89%. Em contrapartida, entre os destaques negativos, estão os papéis da Oi (ON), que recuavam 3,85% e a MMX (ON) que apresentavam revés de 3,80%.