Cesta básica sobe nas 17 capitais pesquisadas pelo Dieese

Pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostra que, em julho, o preço do conjunto da cesta básica de alimentos aumentou nas 17 capitais brasileiras pesquisadas.

As maiores altas ocorreram em Belo Horizonte (8,41%), Rio de Janeiro (7,50%) e Porto Alegre (7,03%). As menores foram registradas em João Pessoa (1,61%) e Manaus (1,95%).

O maior valor para os alimentos essenciais foi verificado em Porto Alegre, com o preço da cesta, em média, a R$ 299,96. A cidade superou, por centavos, o custo registrado em São Paulo, de R$ 299,39. 

Com isso, a capital paulista deixou de ter o maior custo para os produtos de primeira necessidade em julho pela primeira vez desde novembro do ano passado. 

Os menores gastos médios com a cesta básica ocorreram em Aracaju (R$ 208,14), Salvador (R$ 218,78) e João Pessoa (R$ 233,25).