Presidente do BCE diz que fará tudo para salvar o euro

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afirmou hoje em Londres que a instituição fará de tudo para salvar o euro.    

"O euro é irreversível e o BCE está preparado para fazer todo o necessário para salvar a moeda única", afirmou Draghi, negando que algum país possa deixar a União Europeia (UE).    

"Não é possível imaginar a possibilidade de que um país possa sair da zona do euro", defendeu.    

Para Draghi, "nos últimos seis meses, a zona do euro mostrou avanços extraordinários", mas ainda é preciso ter "mais união, pois só assim se chegará a compartilhar a soberania nacional da União Europeia".   

A Itália, por sua vez, captou hoje 2,5 bilhões de euros que oferecia em bônus a dois anos, mas com taxas em leve alta, em um mercado sacudido pelas preocupações dos investidores diante da debilidade dos alguns países da UE.