Após reduções, taxas de juros voltam a subir em junho, aponta pesquisa 

Depois de sucessivas reduções, as taxas de juros das operações de crédito para o consumidor e para as empresas voltaram a subir em junho, de acordo com pesquisa divulgada nesta quinta-feira (12) pela Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

A taxa de juros média geral subiu 0,02 ponto percentual para pessoa física no mês passado. Passou de 6,18% ao mês em maio para 6,20% ao mês. A taxa é a maior desde abril, quando teve início o processo de redução de juros pelos bancos brasileiros.

>> BC reduz Selic em 0,5%, para 8% ao ano

Três das seis linhas de crédito pesquisadas tiveram a taxa elevada em junho: juros do comércio, empréstimo pessoal de bancos e empréstimo pessoal de financeiras. A taxa do cartão de crédito rotativo ficou estável e a do cheque especial e a do CDC de bancos para financiamento de automóveis caíram.

A taxa de juros média geral subiu 0,05 ponto percentual no mês, para pessoa jurídica, passando de 3,54% ao mês em maio para 3,59% ao mês, também a maior desde abril.