Petrobras deve investir US$ 1,84 bino aumento da produção de etanol até 2016 

A Petrobras deve investir US$ 1,84 bilhão na ampliação da capacidade de produção de etanol no país até 2016. Desse total, um volume de US$ 1,05 bilhão será investido em projetos que já estão em andamento, ou seja, as expansões das plantas Nova Fronteira/Boa Vista, Guarani e Total.

Com esses projetos, a capacidade deve ser ampliada de 1 bilhão de litros de etanol por ano para 1,7 bilhão de litros. Já os projetos em avaliação, que demandarão mais US$ 800 milhões, ampliarão a capacidade da empresa para mais de 7 bilhões de litros por ano.

O biodiesel deverá receber US$ 300 milhões em investimentos até 2016, de acordo com o Plano de Negócios 2012-2016.

A área de gás e energia terá investimentos de mais de US$ 13 bilhões, dos quais US$ 5,7 bilhões serão destinados a projetos de transformação gás-química. “Uma das prioridades da empresa para os próximos anos é a transformação química do gás para a produção de fertilizante. Dois bilhões e meio de dólares serão para transformação química do gás em fertilizantes”, disse o diretor de Gás e Energia da empresa, Alcides Santoro.

O restante dos investimentos da área de gás e energia será usado em movimentação do gás produzido (US$ 2,3 bilhões), em projetos de regaseificação (US$ 1,9 bilhão) e na geração de energia elétrica (US$ 1,6 bilhão), entre outros.

Na expansão do parque de geração de energia termelétrica à base de gás, estão projetos como a Usina Baixada Fluminense, que entrará em operação no final de 2014.