Bolsas europeias fecham em alta com balanços de empresas 

As principais bolsas da Europa encerraram o pregão desta quarta-feira com ganhos influenciadas pelas notícias positivas de empresas norte-americanas. No final da sessão, em Paris, o índice CAC-40 valorizou 0,62%, aos 3.237 pontos; em Frankfurt, o índice DAX 30 fechou com alta de 1,03%, aos 6.674 pontos, e em Londres, o índice FTSE-100 subiu 0,70%, aos 5.634 pontos.

Segundo Adriano Moreno, analista da Futura Investimentos, as bolsas tendem a subir quando são apresentados balanços de empresas norte-americanas.

No ambiente europeu, hoje a Alemanha emitiu dívida a 10 anos a taxas historicamente baixas de 1,77%, mas suscitou pouco interesse dos investidores. Com isso, o Bundesbank anunciou que colocou € 3,87 bilhões em bônus com vencimento em julho de 2022. A demanda, de € 4,109 bilhões, ficou abaixo dos € 5 bilhões que a agência financeira queria colocar, preferindo conservar € 1,13 bilhões para as necessidades no mercado secundário, como costuma fazer.

Contribuindo para a alta das bolsas mundiais, balanços positivos de grandes empresas foram apresentados hoje. Com isso, a Alcoa obteve no primeiro trimestre de 2012 um lucro líquido de US$ 94 milhões, ou US$ 0,09 por ação, comparado a um prejuízo líquido de US$ 191 milhões, ou US$ 0,18 por ação, no quarto trimestre de 2011 e lucro líquido de US$ 308 milhões, ou US$ 0,27 por ação, no primeiro trimestre de 2011. O EBITDA ajustado do primeiro trimestre foi de US$ 624 milhões, um aumento de 40% do quarto trimestre de 2011, e para baixo de 35% do primeiro trimestre de 2011.