Inflação semanal diminui em quatro de sete capitais na 1ª prévia do mês

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) diminuiu em quatro das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) na primeira leitura de abril.

De acordo com dados divulgados hoje (10), o maior decréscimo foi observado em Belo Horizonte, onde a taxa passou de 0,51%, na semana de 31 de março, para 0,33%, na semana de 7 de abril, o que representa uma diminuição de 0,18 ponto percentual.

As demais capitais que apresentaram decréscimos em suas taxas foram Brasília (de 0,84% para 0,72%), Salvador (de 0,56% para 0,44%) e Porto Alegre (de 0,64% para 0,63%).

Por outro lado, a inflação medida pelo IPC-S ganhou força em São Paulo (de 0,53% para 0,59%), capital com maior peso na formação do índice, no Rio de Janeiro (de 0,56% para 0,57%) e em Recife (de 0,76% para 0,79%).

O IPC-S mede, toda semana, a inflação mensal nas classes de despesa alimentação; habitação; vestuário; saúde e cuidados pessoais; educação, leitura e recreação; transportes; e despesas diversas. Na primeira apuração de abril, a taxa média ficou em 0,58%, 0,02 ponto percentual abaixo da registrada no levantamento anterior.