Atividade industrial paulista cresce 1,2% em fevereiro 

O Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria paulista cresceu 1,2% em fevereiro em relação a janeiro, na série com ajuste sazonal. Sem o ajuste, o índice registrou variação positiva de 3% na comparação com o mês anterior. Ante fevereiro de 2011, o índice registrou declínio de 8,8%. Os números foram divulgados na manhã de hoje (29) pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp).

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) ficou em 80% no mês de fevereiro ante 79,6% em janeiro. Com ajuste sazonal, o nível ficou praticamente estável, ao passar de 81,8% em janeiro para 81,9% em fevereiro.

Dos setores avaliados pela pesquisa em fevereiro, destacam-se os de minerais não metálicos, com alta de 1,3% sobre janeiro, e de veículos automotores, com aumento de 10,7% em fevereiro ante janeiro, com ajuste sazonal.

Segundo o Sensor Fiesp, a expectativa positiva dos empresários sobre o cenário econômico no mês de março aumentou 3 pontos ante fevereiro e ficou em 51,9. O item mercado ficou praticamente estável em 52 pontos ante 50,4 em fevereiro deste ano. Vendas apresentaram ganho superior a 3 pontos e chegaram a 51,6 em março, enquanto investimento ficou em 55,1 em março contra 53,1 em fevereiro. O índice varia de 0 a 100 e resultados acima de 50 representam otimismo.