Presidente do BC diz que Brasil cresce abaixo do potencial 

O Brasil está crescendo abaixo do potencial e, por isso, o Banco Central (BC) vem ajustando para baixo a taxa básica de juros da economia (Selic). A avaliação foi feita hoje (28) pelo presidente do BC, Alexandre Tombini, em audiência pública no Senado.

De acordo com Tombini, cálculos feitos internamente pela instituição e não divulgados mostram crescimento econômico abaixo do potencial nos últimos trimestres, incluindo o atual, o primeiro deste ano e ainda não finalizado. “Não é por outra razão que o Banco Central vem ajustando a taxa de juros”, afirmou.

Tombini citou pesquisa feita com analistas do mercado financeiro que indicou a tendência de queda da taxa de juros real neutra (que permite crescimento da economia sem gerar riscos para a inflação). 

Conforme a consulta do BC aos analistas, em novembro de 2010, a mediana dessa taxa estava em 6,75% e passou para 5,5% na pesquisa atual. Além disso, 49% dos analistas esperam redução dessa taxa, 40% consideram que ficará estável e 11% que vai subir.