Aprovação do plano de austeridade grego eleva bolsas globais 

A aprovação do plano de austeridade na Grécia está elevando as bolsas mundiais. Após a indefinição da semana anterior, as notícias de algum progresso da Grécia em relação às medidas que devem ser adotadas para conseguir o resgate financeiro de € 130 bilhões fazem com que os investidores tenham apetite ao risco.

Segundo Eduardo Oliveira, através do relatório da Um investimentos, teve desfecho a novela grega para a aprovação no parlamento do país das medidas de austeridade necessárias para que a Grécia possa receber o segundo pacote de ajuda financeira chegou a um fim. 

Ontem à noite, as medidas aprovadas abordam redução de gastos de € 3,3 bilhões somente nesse ano, e um corte de 22% do salário mínimo do país, medidas nada populistas, porém vitais para manter o país solvente, ocorreram em meio a protestos cada vez mais violentos.

Além disso, a Grécia garante momentaneamente a sua permanência na zona do euro. Apesar do momento positivo para os mercados, as decisões tomadas afetaram diretamente a população, que está revoltada e provoca destruição pelas ruas de Atenas, através de manifestações.

A Troika, formada por Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Central Europeu ( BCE) e Comissão Europeia (CE), principal credora do país, deve monitorar se essas medidas serão realmente instauradas. Além disso, todos querem saber se as especulações de que esse resgate financeiro não seria suficiente tem algum fundamento. No velho continente, foi divulgado que o Tesouro italiano captou hoje € 12 bilhões com colocações de bônus a curto prazo, com taxas em queda.

Por aqui, o Ibovespa deve operar em linha com o mercado internacional e valorizar devido às boas informações provenientes da Grécia.