Preço do m² sobe 1% em janeiro, mas continua desacelerando

O índice FipeZap, calculado a partir do preço médio do metro quadrado de apartamentos prontos em seis municípios e no Distrito Federal, teve alta de 1,1% em janeiro, mesmo patamar de dezembro de 2011. Nos últimos doze meses, a alta foi de 26%. Segundo o levantamento, ao se analisar a alta acumulada em doze meses é possível perceber que, apesar do aumento no mês, a tendência de desaceleração permanece.

Dentre as capitais pesquisadas, a maior alta foi verificada em Recife, de 3,4%, e não houve variação de preços no período no Distrito Federal. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, os preços aumentaram mais que o índice geral no primeiro mês do ano - 1,2% e 1,3%, respectivamente. Leblon continua o bairro mais caro do Brasil: são R$ 17.328 pelo metro quadrado. 

Nos últimos 12 meses, a desaceleração mais acentuada foi verificada no Rio de Janeiro, com alta de 33%, enquanto nos 12 meses terminados em setembro a alta era de 42%. O preço médio do metro quadrado em janeiro foi mais alto no Distrito Federal (R$ 7.847) e mais baixo em Salvador (R$ 3.610). Em São Paulo, o valor médio foi de de R$ 6.135 e no Rio de Janeiro, R$ 7.589. Na média das sete regiões, o valor foi de R$ 6.267.