SP: emprego formal no varejo cresce 5,1% em outubro, diz pesquisa

O emprego formal no comércio varejista da região metropolitana de São Paulo em outubro foi 5,1% maior na comparação com o mesmo período de 2010. No período do ano passado, foram registradas 972.933 posições ocupadas, segundo pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), divulgada nesta segunda-feira. O levantamento foi feito com base em dados do Ministério do Trabalho e Emprego.

Houve criação de 303 vagas entre os meses de outubro e setembro de 2011, alta de 0,6%, que, de acordo com a FecomercioSP, mantém a tendência de arrefecimento frente ao mesmo intervalo de 2010. Ainda assim, o comércio varejista de São Paulo demitiu menos funcionários nesse intervalo: 44.854 em setembro contra 41.929 em outubro.

Nas outras áreas pesquisadas do Brasil, os dados apontam crescimento menor em relação ao que foi criado em 2010. A entidade diz que o saldo de empregados continua se elevando, "mas em proporções cada vez menores".

Rotatividade

Em outubro, a parcela de admitidos permaneceu estável em 4,9%, já a de demitidos passou de 4,6% em setembro para 4,3% em outubro. Neste intervalo, a rotatividade do comércio em geral foi de 4,6%. Os segmentos que apresentaram as menores taxas de rotatividade foram, segundo a FecomercioSP: loja de departamentos (3,3%), autopeças e acessórios (3,5%), e eletroeletrônicos e eletrodomésticos (3,9%).