Banco Central americano anuncia multas contra receitas irregulares de bancos

O banco central dos Estados Unidos (Fed) anunciou que deverá impor multas contra os bancos envolvidos no escândalo de receitas irregulares por empréstimos hipotecários, informou neste sábado uma de suas diretoras. 

"O Federal Reserve pensa que nestes casos são adequadas as sanções monetárias e vai se pronunciar", afirmou Sarah Bloom Raskin, diretora do Fed, em discurso em Washington.  

Segundo ela, "as instituições financeiras devem compreender que são responsáveis". 

"Não podemos esquecer que uma aplicação eficaz de nossas leis pode impulsionar os esforços de políticos, reguladores, inovadores, educadores e de profissionais do direito para criar as condições necessárias para o surgimento de um modelo melhorado de gestão dos empréstimos imobiliários", completou a funcionária. 

A medida aponta a 14 instituições financeiras que o Fed e outros dois reguladores bancários (a OCC e a OTS) ordenaram em abril que reforçassem seus procedimentos de controle: Bank of America, Citibank, JP Morgan, PNC e Wells Fargo, além de uma filial da seguradora MetLife e da instituição britânica HSBC.