Petróleo fecha em baixa em NY por realização de lucros 

As cotações do petróleo fecharam eu leve baixa nesta sexta-feira em Nova York, com os investidores realizando lucros.

O barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em fevereiro fechou em baixa de 25 centavos, a 101,56 dólares, no New York Mercantile Exchange (Nymex). Tinha aberto com alta de 35 centavos.

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para o mesmo mês fechou em 113,06 dólares no Intercontinental Exchange (ICE), uma alta de 75 centavos em relação ao fechamento de quinta-feira.

"É o ônus tradicional de comprar no rumor e vender antes dos fatos", explicou Bart Melek, estrategista-chefe da TD Securities, explicando que os operadores anteciparam amplamente dados positivos do mercado de trabalho.

Os preços alcançaram na quarta-feira um pico desde o início de maio, a 103,22 dólares.

"Trata-se de realização de lucros", afirmou o analista. "Não acredito que as pessoas estejam decepcionadas com as cifras, são bem mais do que esperavam".

O desemprego retrocedeu 0,2 ponto em relação a novembro, para 8,5%, uma cifra melhor que as previsões dos analistas, de 8,6%.

Os dados do Departamento de Trabalho em relação às contratações também são positivos, já que mostram que a economia americana criou 200.000 empregos líquidoz em dezembro.

"É uma grande notícia que confirma que a economia americana está no bom caminho e que continua se recuperando", disse Phil Flynn, da PFG Best Research.

Os estoques de petróleo nos Estados Unidos, publicados na quinta-feira, registraram um inesperado aumento de 2,2 milhões de barris durante a semana encerrada em 30 de dezembro, para ficar em 329,7 milhões de barris, enquanto os analistas apostavam em uma alta de 1,1 milhão de barris. Esse nível está 1,3% acima das cifras do ano passado.