BC: superávit primário deve ser R$ 12 bilhões maior em 2012

A projeção do Banco Central (BC) para 2012 é de que o superávit primário seja de R$ 139,8 bilhões, isto é, quase R$ 12 bilhões a mais em comparação com a meta de 2011. A projeção da relação dívida líquida/PIB para o fechamento do ano foi revisada e caiu de 38,5% para 36,6%. No ano que vem, o BC estima que a dívida líquida ainda para o ano de 2012 passe a representar 35,7% do PIB.

"Tivemos uma interrupção dessa trajetória em 2008, quando essa relação terminou o ano em 38,5%. Em 2009, a dívida líquida foi 42,1% do PIB, devido à crise, e em 2010 terminou o ano em 39,1%", disse o chefe do departamento econômico do Banco Central, Túlio Maciel.

Para o ano que vem, o Banco Central trabalha com a queda de déficit nominal de 2,5% para 1,2% no fim do ano que vem. A estimativa do órgão para o pagamento de juros é que ele represente 4,3% do produto interno bruto brasileiro. As contas foram feitas com base em projeções do mercado de que os índices de inflação fiquem acima de 5% (IPCA: 5,39% e IGP-DI: 5,03%) e com o dólar fechando a R$ 1,75 no fim do ano que vem.