Volks produz a 1.500.000ª Kombi no Brasil

A fábrica brasileira da Volkswagen, em São Bernardo, em São Paulo, alcançou a marca de 1,5 milhão de Kombis produzidas em novembro de 2011. O veículo utilitário foi o primeiro a ser fabricado pela montadora no Brasil, em 1957, e já acumula cerca de 1,4 milhão de unidades vendidas. 

No primeiro ano de produção, 370 modelos foram emplacados, e cinco anos depois, em 1961, o número passou para 41 mil. Após 20 anos de fabricação, a Volks já tinha atingido a marca de 500 mil unidades vendidas.

A Kombi não é chamada da mesma forma no restante do mundo. Ela foi idealizada pelo holandês Bem Pon, na década de 40, que almejou incluir o motor do Fusca em um veículo com estrutura leve para transporte. As primeiras versões foram construídas na Alemanha, em 1950, com destaque para a carroceria monobloco e o motor traseiro de 25 cavalos. Entre os nomes recebidos pelo veículo no exterior estão Type 2, Camper, Bus e Transporter.

As primeiras unidades brasileiras tinham motor de 1.2l. Após quatro anos de produção, foi lançada a versão com seis portas e em 1967 a Volks fabricou o modelo pick-up, com motor ainda mais potente, 1.5l. Na década de 70, o modelo passou por uma transformação no design. O para-brisa antes dividido ao meio, ficou inteiriço, como permanece até hoje. 

Em 1975, o utilitário passou a contar com motor 1.6l.Mais recentemente, em 2005, a Kombi passou a contar com motor 1.4l TotalFlex, com o qual é produzida até hoje, e que aumentou a potência para 78 cavalos quando abastecido com gasolina e 80 quando é usado álcool. O veículo que atualmente representa 3,3% do segmento de comerciais leves está disponível nas versões Standard (nove passageiros), Furgão (três passageiros), Lotação (12 passageiros) e Escolar (15 passageiros).