Obama diz que China não faz o bastante para valorizar moeda

O presidente americano Barack Obama advertiu que a China não tem feito o bastante para que sua moeda, o yuan, seja valorizada, apesar de pequenos avanços.

"Aconteceram leves melhoras ao longo do ano passado, mas não foi suficiente" disse Obama ao fim da reunião de cúpula do Fórum de Cooperação Econômica Ásia Pacífico (Apec).

Obama teve uma reunião bilateral com o presidente chinês Hu Jintao antes da reunião.

Estados Unidos e União Europeia acusam há muito tempo a China de manter o nível do yuan artificialmente baixo, o que ajuda suas exportações.