Medidas exigidas à Itália pela UE serão adotadas 'em poucos dias'

O presidente da República italiana, Giorgio Napolitano, antecipou nesta quarta-feira que as medidas exigidas à Itália pela União Europeia (UE) serão aprovadas ‘em poucos dias’, e em seguida o chefe de governo, Silvio Berlusconi, deverá renunciar. 

Em um comunicado da presidência, Napolitano disse que não existe ‘incerteza’ alguma sobre a renúncia de Berlusconi, anunciada na véspera, a qual será apresentada assim que as medidas forem aprovadas, o que deve acontecer antes de domingo, segundo fontes parlamentares.