Grécia capta 1,3 bi de euros com títulos à 6 meses

A Grécia captou 1,3 bilhão de euros em títulos com vencimento a seis meses, com uma taxa de juros de 4,89% - em ligeira alta com relação à última emissão similar, feita no início de outubro (4,86%) -, disse nesta terça-feira a agência grega de gestão da dívida pública (PDMA).

Esta emissão de títulos do Tesouro, que teve uma demanda três vezes superior à oferta, aconteceu em meio à crise política pela qual passa o país.

A emissão desta terça-feira apresentou uma demanda total de 2,910 milhões de euros.

Incapazes de recorrer aos mercados para obter financiamentos de longo desde 2010, devido às altas taxas que lhes exigem ante as dúvidas sobre sua solvência, a Grécia realiza todos os meses emissões de curto prazo (a três e seis meses).

Desde segunda-feira, os dirigentes dos dois principais partidos gregos, o primeiro-ministro Georges Papandreou, e o chefe da oposição de direita do Partido Nova Democracia, Antonis Samaras, buscam formar um governo de coalizão para garantir a aplicação do segundo plano de ajuda ao país, decidido em Bruxelas no dia 27 de outubro.