Economia voltará a crescer em 2012, aponta indicador Serasa Experian

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva Econômica cresceu 0,1% em agosto de 2011, frente ao mês imediatamente anterior, atingindo o valor de 98,8. Foi a primeira variação positiva do indicador após vinte e um meses de variações nulas e/ou negativas, ou seja, algo que não ocorria desde outubro de 2009.

Como pela sua metodologia de construção, o indicador tem a propriedade de antever os movimentos cíclicos da atividade econômica com seis meses de antecedência, este resultado aponta que o atual processo de desaceleração da economia deverá se encerrar neste ano de 2011, com a atividade econômica recuperando-se a partir dos meses iniciais de 2012.

Segundo os economistas da Serasa Experian, desde que não ocorram agravamentos adicionais da conjuntura internacional, o atual processo de redução da taxa básica de juros, iniciado em final de agosto, deverá começar a produzir efeitos positivos sobre a atividade econômica a partir do primeiro trimestre de 2012. Esses agravamentos podem decorrer do fracasso em se encaminhar alguma solução efetiva para a crise do endividamento na Europa e/ou da desaceleração mais intensa da economia chinesa.

Ainda no cenário doméstico, o reajuste de pouco mais de 13% previsto para o salário-mínimo e as eleições municipais são elementos que também deverão favorecer uma economia mais aquecida no próximo ano, comparativamente ao que temos observado ao longo do segundo semestre de 2011.