Dólar fecha com queda de 3%, a R$ 1,84; Bovespa encerra semana em baixa

O dólar fechou em queda de 3,24%, a R$ 1,83 para venda. Foi apenas a segunda baixa da moeda americana em setembro, quando já subiu 15%.Outras moedas emergentes também tiveram alívio após vários dias de perdas por causa da preocupação com a crise da dívida na Europa e com o espectro de uma recessão global. O peso mexicano, por exemplo, avançou 2,67%.

O movimento, no entanto, pode ter sido apenas um ajuste de curto prazo antes de mais turbulência no começo da próxima semana, alerta o economista-chefe da Gradual Investimentos, André Perfeito, para quem as discussões neste fim de semana em Washington entre as principais autoridades financeiras mundiais não devem trazer soluções para a crise europeia, onde é cada vez maior o medo de um calote da dívida grega. "Eu duvido que alguém tenha feito a lição de casa", disse. A possibilidade de que o dólar volte a subir na próxima semana deve bater de frente com a disposição do governo brasileiro em evitar uma disparada da moeda e uma consequente piora do cenário para a inflação.

Operadores têm recebido mais sinais de que o governo estuda retirar o imposto de 1% sobre a formação de posições vendidas líquidas em derivativos de câmbio. A medida foi tomada quando o dólar caía perto das mínimas desde 1999, e é apontada como um dos combustíveis para a rápida virada no câmbio. Nos Estados Unidos, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, não descartou essa ideia, dizendo que o governo "sempre olha todas as possibilidades". Na véspera, uma fonte da equipe econômica já havia dito à Reuters que o governo poderia "retirar" medidas como parte dos esforços para deter a valorização do dólar.

Bovespa fecha semana só com quedas

O mercado tentou se recuperar das perdas de quinta-feira, quando o índice caiu cerca de 5%, mas devido ao cenário ainda incerto para a economia, não cosneguiu se firmar em alta.

O Ibovespa encerrou o último pregão da semana próximo da estabilidade, com investidores ainda temendo um calote da Grécia. Segundo dados preliminares, o índice caiu 0,1%, a 53.228 pontos. O volume financeiro foi de R$ 5,6 bilhões.