Ministro: 4 bilhões de l de etanol passarão pelo Tietê em 2014

Cerca de R$ 1,5 bilhão estão sendo investidos na melhoria do transporte aquaviário no Rio Tietê, em São Paulo, para que a partir de 2014 comboios de embarcações tenham condições de transportar pelo rio 4 bilhões de l de etanol por ano, segundo o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos.

De acordo com o ministro, um estaleiro está sendo construído na cidade de Araçatuba para produzir embarcações destinadas ao transporte de etanol. A meta do governo é que nos próximos cinco anos, cerca de 17 milhões de t de produtos sejam transportadas pelos rios brasileiros. "O frete do transporte por rio é expressivamente mais barato que o cobrado por trem ou carreta. Do ponto de vista energético, é muito mais econômico e é absolutamente coerente com os melhores princípios de preservação ambiental", destacou o ministro ao participar de um seminário sobre transporte aquaviário na Câmara.

Atualmente, passam pelas rodovias 80% de tudo o que é transportado no País. O transporte pelos rios representa 12%. "É preciso que tenhamos uma matriz balanceada", explicou o ministro. "Todos os países com extensão geográfica comparável com a do Brasil desenvolveram essa matriz balanceada", completou.

Além do investimento no Tietê, o governo pretende aumentar a capacidade de transporte de grãos no Rio Madeira, no Norte do País, e no Rio São Francisco, além de outros rios no Tocantins e na Região Sul.